Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DOS BONS PENSAMENTOS

“Pensar é criar. A realidade dessa criação pode não exteriorizar-se de súbito, mas o objeto formado pelo poder mental vive no mundo íntimo.”

Emmanuel

Amigos do Grupo

“Todas as obras humanas constituem a resultante do pensamento das criaturas. O mal e o bem, o feio e o belo viveram, antes de tudo, na fonte mental que os produziu, nos movimentos incessantes da vida.
Conscientes dessa verdade fixemos nossos pensamentos no roteiro generoso do Evangelho, para que a nossa mente se renove nos caminhos da espiritualidade superior.
Porém, renovar os pensamentos não é tão fácil quanto parece, demanda capacidade de renúncia, dominação de si mesmo, qualidades que só alcançaremos com muito trabalho e sacrifício do coração.
Podemos começar essa renovação exercitando os conselhos de André Luiz “Guardemos otimismo, habituemo-nos a tolerância, atendamos a harmonia, cultivemos a saúde, pensemos o Amor em todas as situações para que este amor nos atinja positivamente e nos glorifique.”

Texto do Evangelho da semana – Capítulo XXVIII – Coletâneas de Preces Espíritas – itens 20 e 21 – Para resistir a uma tentação.

PENSAR

O pensamento é a nossa capacidade criativa em ação. Em qualquer tempo, é muito importante não nos esquecermos disso.
A idéia forma a condição; a condição forma o efeito; o efeito cria o destino.
A sua vida será sempre o que você esteja mentalizando constantemente. Em razão disso, qualquer mudança real em seus caminhos virá unicamente das mudanças de seus pensamentos.
Imagine a sua existência como deseja deva ser e, trabalhando nessa linha de idéias, observará que o tempo lhe trará às realizações esperadas.
As leis do destino carrearão de volta a você tudo aquilo que você pense. Nesta verdade, encontramos tudo o que se relacione conosco, tanto no que se refere ao bem quanto ao mal.
Observe e verificará que você mesmo atraiu para o seu campo de influência tudo o que você possui, tudo aquilo que faz parte do seu dia-a-dia.
Deus é Amor e não pune criatura alguma. A própria criatura é que se culpa e se corrige, ante os falsos conceitos que alimente com relação a Deus.
Em nosso íntimo a liberdade de escolher é absoluta; depois da criação mental que nos pertence, é que nos reconhecemos naturalmente sujeitos a ela.
O Bem eterno é a Lei suprema; mantenha-se no bem a tudo e a todos e a vida se lhe converterá em fonte de bênçãos.
Através dos princípios mentais que nos regem, de tudo aquilo de nós que dermos aos outros, receberemos dos outros centuplicadamente.

Livro – Resposta da Vida
André Luiz/ Chico Xavier