Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DOS BEM-AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO

“Bem-aventurados aqueles que têm puro o coração, porque verão a Deus.”
São Mateus, cap. V, v 8).

Amigos do Grupo

Mahatma Gandhi disse: “se toda a literatura espiritual da Humanidade perecesse, e só se salvasse o Sermão da Montanha, nada estaria perdido”.
Bem-aventurados os que têm puro o coração, são aqueles que são isentos de quaisquer sentimentos impuros. Sem sombra de dúvida, todos nós atingiremos esse estado, porém, para isso é preciso viver milhares de vidas.
O Espiritismo ensina que o espírito progride e está sujeito à lei de causa e efeito. Alcançar a perfeição depende apenas de nós, pois Jesus diz que o Reino dos Céus está dentro de nós mesmos, basta descobrir na pureza do nosso coração.
Extirpar o egoísmo e o orgulho e todo sentimento impuro é um exercício que podemos iniciar em nosso lar, em nosso ambiente de trabalho, é para ser vivenciado no nosso dia-a-dia.
Ser simples e puro requer esforço, mas como somos dotados de livre-arbítrio, podemos optar pelos caminhos que nos pareçam melhores.

Texto do Evangelho: cap. VIII – item 19

CORAÇÃO PURO

“Não se turbe o vosso coração…”
Jesus. (João, 14:1.)

Guarda contigo o coração nobre e puro.
Não afirmou o Senhor: – “não se vos obscureça o ambiente” ou “não se vos ensombre o roteiro”, porque criatura alguma na experiência terrestre poderá marchar constantemente a céu sem nuvens.
Cada berço é início de viagem laboriosa para a alma necessitada de experiência.
Ninguém se forrará aos obstáculos.
O pretérito ominoso (triste) para a grande maioria de nós outros, os viandantes (viajantes) da Terra, levantará no território de nosso próprio íntimo os fantasmas que deixamos para trás, vaguentes (flutuantes) e insepultos, a se exprimirem naqueles que ferimos e injuriamos nas existências passadas e que hoje se voltam para nós, à feição de credores inflexíveis, solicitando reconsideração e resgate, serviço e pagamento.
Não passarás, assim, no mundo, sem tempestades e nevoeiros, sem o fel de provas ásperas ou sem o assédio de tentações.
Buscando o bem, jornadearás (dirigirás), como é justo, entre pedras e abismo, pantanais e espinheiros.
Todavia, recomendou-nos o Mestre: – “não se turbe o vosso coração”, porque o coração puro e intimorato (valente) é garantia da consciência limpa e reta e quem dispõe da consciência limpa e reta vence toda perturbação e toda treva, por trazer em si mesmo a luz irradiante para o caminho.

Do livro: Palavras de Vida Eterna
Pelo Espírito: Emmanuel
Psicografia de: Francisco Cândido Xavier