Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DO NATAL

“Natal é o maior dos dons, nas celestes alegrias. Que nos ensina a ser bons com Jesus todos os dias.”
(Do livro: Antologia do Natal – Espíritos diversos/Chico Xavier)

Amigos do Grupo

O Natal é, antes de tudo, uma festa religiosa. Esta data foi reservada para comemorar o aniversário de Jesus Cristo.
Assim sendo, espera-se que cada pessoa aproveite a ocasião para rever os ensinamentos do Messias, fazendo uma auto-análise de suas ações boas e más ao longo do ano que está chegando ao fim.
Na prática, são poucas as pessoas que pensam no Natal como um momento de elevação espiritual.
Muitos preferem concentrar suas energias em compras exageradas de presentes, alimentação, e bebida.
Dentre os compulsivos pela gastança estão aqueles que assumem dívidas além de sua capacidade de pagamento. E depois ficam desesperados diante das pressões de seus credores.
Enquanto histórias desse tipo vão se repetindo a cada ano, mais distante vai ficando o verdadeiro espírito do Natal – que contempla a confraternização entre as famílias e os amigos.
Trocar pequenos presentes é muito saudável, desde que o ato seja motivado pelo afeto, e que não represente qualquer sacrifício financeiro.
Quem se considera cristão deve aproveitar esse tempo religioso do Natal para resgatar a união familiar, e fazer um exame de consciência.
Quem vive assim na intimidade do seu lar, tem mais facilidade para viver bem em sociedade, tratando os outros da mesma forma como gostaria de ser tratado. Agindo desta forma, o ser humano se sentirá fortalecido porque estará mais próximo de Deus.
Que o Pai, em sua infinita bondade, abençoe todos nós e continue orientando-nos e mantendo acesa a luz da Amizade, do Amor e da Paz entre todos. ( Autor Desconhecido)

O Instituto Espírita Obreiros do Bem deseja a todos um Natal de paz e harmonia e um 2010 cheio de boas realizações.

Texto do Evangelho para a semana:
capitulo II – item 4 – “A realeza de Jesus”

O GRANDE SERVIDOR

“Eu estou entre vós como quem serve”.
Jesus

Sim, o Cristo não passou entre os homens como quem impõe.
Nem como quem determina.
Nem como quem governa.
Nem como quem manda.
Caminhou na Terra à feição do servidor.
Legou-nos o Evangelho da vida, escrevendo-lhe a epopéia no coração das criaturas.
Mestre, tomou o próprio coração para sua cátedra.
Enviado Celestial, não se detém num trono terrestre e aproxima-se da multidão para auxiliá-la.
Fundador da Boa Nova, não se limita a tecer-lhe a coroa com palavras estudadas, mas estende-a e consolida-lhe os valores com as próprias mãos.
A prática é o seu modo de convencer.
O próprio sacrifício é o seu método de transformar.
Aprendamos com o Divino Mestre a ciência da renovação pelo bem. E modificar a nós mesmos, para a vitória do bem, elevando pessoas e melhorando situações, é servir sempre, como quem sabe que fazer é o melhor processo de aconselhar.

Do livro: Segue-me
Pelo Espírito: Emmanuel
Psicografia de: Francisco Cândido Xavier