Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DO AMOR À TERRA

Semana de 04 a 10/09

Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a Terra
(Mateus, cap.5, v. 5)

AMIGOS DO GRUPO

Esta semana o convite é para que cultivemos o amor à nossa querida Terra, ela que nos recebeu e acolheu como mãe generosa, que nos oferece os recursos necessários para a manutenção da vida material e nos propicia a vivência de experiências para a conquista do progresso espiritual.
Esse lindo Planeta Azul que flutua com graça e beleza, que encanta e emociona os viajantes do espaço e a todos que a contemplam.
E como podemos amar a Terra?
Cuidando dela!
Em toda parte, há sempre alguma coisa que podemos fazer para melhorar o mundo em que vivemos, começando por pequenas atitudes, que somadas diariamente, com certeza, farão a grande diferença.
Isso requer um repensar de valores, um replanejamento dos nossos hábitos e uma redefinição dos conceitos de qualidade de vida.
Preservar o meio ambiente é muito importante para que possamos ter um planeta saudável e rico em recursos naturais no futuro.
Unamo-nos no objetivo comum de preservação e respeito à nossa querida Terra, para que estejamos habilitados a herdá-la na condição de Planeta Regenerado do futuro.

Texto do Evangelho para a semana:
Capitulo: – IX – Item –– 5

Amor ao Planeta Terra…

Amar a Deus sobre todas as coisas, e amar também, a sua Criação:
Amar a nossa moradia, o nosso planeta Terra!
Amar o Sol, tão necessário à vida!
Este Sol que todas as manhãs te sorri, aquece teu corpo, e que também testemunha a tua existência.
 
Amar a Deus sobre todas as coisas, e amar também, cuidando com muito carinho,
de nossa natureza verde e bela.
Amar as árvores tão necessárias à vida! Amar o doce aroma de florestas, numa manhã de abril, Amar esta natureza que hoje clama por esperanças, nunca tardias.
 
Amar a Deus sobre todas as coisas, e amar também, cuidando com muito carinho,
dos nossos rios, da nossa água, tão necessária à vida! Amar a água que desenha no leito dos rios, as páginas do nosso destino.
Água antes alegre e abundante, agora triste, caminha poluída,
passando por baixo da ponte, rumo às terras do sem-fim.
 
Amar a Deus sobre todas as coisas, e amar também, cuidando com muito carinho,
do nosso ar, tão necessário à vida!
Amar o ar, que nos foi dado gratuitamente, e em abundância, e nada nos cobra por respirá-lo. Esse ar que nos faz suspirar, ao avistar longínquas estrelas.
 
Amar a Deus sobre todas as coisas, e depois, amar de paixão, as estrelas… enquanto for possível vê-las, estrelas que bordam de luz, os mais escuros de teus céus.
Estrelas que brilham na imensidão, enchem de paz teu coração, e calam as inquietações de tua alma.

Amar a Deus sobre todas as coisas, e amar também, cuidando com muito carinho, do nosso solo, que seja limpa e fértil, a terra de onde tiras o teu sustento.
Amar o chão que sustenta os teus passos, e te abre novos caminhos.
Amar as areias das praias, onde os poetas esculpem poemas, e os apaixonados desenham corações.
 
Amar a Deus sobre todas as coisas, e amar o teu próximo como a ti mesmo!
Está escrito nas linhas sinuosas do tempo, que ainda há tempo, de plantar uma semente para o amanhã.
Não é tarde, para que declares com amor, o teu Amor a Deus, e ao Planeta Terra!

Autoria: Lisiê Silva