Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DE RECOMEÇAR

“Recomeçar é um privilégio sublime do homem de boa vontade.”
Livro Dicionário da Alma – Psicografia de F. C. Xavier

Amigos do Grupo

Todos os dias a vida nos dá a oportunidade de recomeçar a construção da nossa felicidade. Cada oportunidade é única e irrepetível.

Porém, não conserves lembranças amargas, os sonhos desfeitos, a resposta de fel, a desilusão, o abandono, a ingratidão, a traição, que por ventura experienciastes, jazem no passado e lá devem ficar. Recomecemos com firmeza, lembrando que a vida é construída de desafios constantes.

Tudo é experiência e aprendizado. Diante das adversidades cultivemos a calma e o hábito da prece, na certeza do amparo constante do Mestre Jesus, na solução dos nossos problemas e na condução da nossa felicidade. Nas mãos temos todas as soluções.

Recomecemos lembrando de que quando trilhamos o caminho do Amor e da bondade, purificamos o coração e resplandecemos a Alma.

Texto do Evangelho para a semana: Capítulo XI – item 8

COMEÇAR DE NOVO

Erros passados, tristezas contraídas, lágrimas choradas, desajustes crônicos!…
Às vezes, acreditas que todas as bênçãos jazem extintas, que todas as portas se mostram cerradas à necessária renovação!
Esqueces-te, porém, de que a própria sabedoria da vida determina que o dia se refaça cada manhã.
Começar de novo é o processo da Natureza, desde a semente singela ao gigante solar.
Se experimentastes o peso do desengano, nada te obriga a permanecer sob a corrente do desencanto.
Reinicia a construção de teus ideais, em bases mais sólidas, torna ao calor da experiência, a fim de acalentá-los em plenitude de forças novas.
O fracasso visitou-nos em algum tentame de elevação, mas isso não é motivo para desgosto e autopiedade, porquanto, frequentemente, o malogro de nossos anseios significa ordem do Alto para mudança de rumo e começar de novo, é o caminho para o êxito desejado.
Temos sido talvez desatentos, diante dos outros, cultivando indiferença ou ingratidão; no entanto, é perfeitamente possível refazer atitudes e começar de novo a plantação da simpatia, oferecendo bondade e compreensão aqueles que nos cercam.

Do livro: Fonte Viva
Pelo espírito: Emmanuel
Psicografia de Francisco Cândido Xavier