Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DE KARDEC

“Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade.”
Allan Kardec

AMIGOS DO GRUPO

“Os Espíritos anunciam que chegaram os tempos marcados pela Providência para uma manifestação universal e que, sendo eles os ministros de Deus e os agentes de sua vontade, têm por missão instruir e esclarecer os homens, abrindo uma nova era para a regeneração da Humanidade.”
É a grande missão de Kardec, nos convidando aos estudos, às reflexões e às obras.
Kardec, o bom senso encarnado, conforme Cammile Flamarion o designa, nos faz refletir sobre a fé raciocinada, nos ajudando a assimilar as verdades, mostrando que inteligência e sentimento devem caminhar juntos.
Personalidade bondosa, junto aos Espíritos nos deixou bases para forjarmos o caráter do homem de bem.
Trabalhando com a plêiade do Espírito de Verdade, nos dá diretrizes para o consolo, a humildade, a pureza de coração, a paciência e o perdão.
Missionário do Cristo veio alargar o entendimento da humanidade, em relação ao nosso objetivo sobre: “amarmo-nos uns aos outros.”
No dia 03 de outubro, comemoramos o reencarne deste grande homem e a homenagem que podemos fazer a ele, além da gratidão por reviver o Evangelho de Jesus, é viver a Doutrina dos Espíritos, realizando a transformação em nossas vidas, encontrando no Espiritismo o roteiro seguro para toda a vida.
Obrigada Allan Kardec!

Texto do evangelho para a semana: Cap.: XXIII– Itens 17 e 18.

JESUS E KARDEC

Jesus sempre, e Kardec, ontem, hoje e amanhã – eis o abençoado e luminoso ponto de referência para quem se sente comprometido com a Terceira Revelação, na grave hora que o mundo atravessa.
Jesus no coração e Kardec no ideal.
Jesus por meta e Kardec por guia.
Jesus, a Verdade; Kardec, a interpretação.
Sem Jesus, não existe Evangelho; sem Kardec, não se tem Espiritismo.
Distante de Jesus, todo cristão se perde; longe de Kardec, todo espírita se equivoca.
Em Jesus, o Caminho, a Verdade e a Vida em plenitude; em Kardec, a Ciência, a Filosofia e a Religião em indissolúvel aliança.
Se o Espiritismo é o Cristianismo de volta, o espírita é chamado a ser o cristão dos tempos modernos.
Ontem, o testemunho público da fé nos circos do martírio; hoje a exemplificação silenciosa na renovação íntima.
Preservar, pois, a Doutrina Espírita, em sua pureza original, para as futuras gerações, será, sobretudo, vivenciar-lhe os postulados no cotidiano, sob a proteção de Jesus Cristo e a tutela de Allan Kardec.

Irmão José

(Página recebida pelo médium Carlos A. Baccelli, em reunão do Lar Espírita “Pedro e Paulo”, na manhã de 13 de agosto de 2003, em Uberaba, Minas).

Anuário Espírita 2004

impressora