Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DAS BOAS PALAVRAS

“Sempre que possa e quanto possa, abstenha-se de comentar o mal; a palavra cria a imagem e a imagem atrai a influência que lhe diz respeito.”
André Luiz

Amigos do Grupo

A palavra gera energia, emite sentimentos e quando dita impropriamente afeta não só àquele a quem é dirigido, mas compromete muito mais, àquele que a diz, porque libera fluidos provocadores de incomensuráveis distúrbios psíquicos e espirituais.
Portanto, cuidemos mais de nosso vocabulário nos exprimindo com maior simpatia, paciência e tolerância.
Usemos o dom da palavra para encorajar, ensinar, consolar, cantar e liberar o que de bom temos dentro de nós.
Ninguém aprende de uma hora para outra, mas como nos diz Emmanuel, “a disciplina antecede a espontaneidade”.
Que o nosso falar, durante essa semana, possa ser construtivo e edificante e sempre que possível vamos fazer uso da palavra para divulgar o Espiritismo.

Texto do Evangelho para a semana: Capítulo I – item 11
Uma Boa Palavra

No teu relacionamento diário com as pessoas, não te esqueças de endereçar-lhes sempre uma boa palavra. A palavra de esperança é uma luz que se acende no caminho dos companheiros que se revelam vacilantes na luta.
A palavra de coragem é um apoio para os que necessitam seguir adiante no desempenho das próprias obrigações.
A palavra de compreensão não raro, é mais eficaz que o medicamento prescrito pela medicina convencional aos que se queixam de amargura e desalento.
A palavra de incentivo aos que se dedicam às boas obras pode ser comparada a preciosa alavanca que guarda consigo o poder de remover as pedras de tropeço. Não olvides, assim, os prodígios de amor que podes realizar através de uma boa palavra e promova, desde agora, rigorosa triagem nos assuntos ventilados por teu verbo. Falando, construirás a felicidade ou, ainda falando, arrasarás com os ideais de muita gente.
Fala como se trouxesses Jesus no entendimento e no coração e a tua palavra, em todas as ocasiões, brilhará em teus lábios à feição de uma estrela engastada no céu de tua boca.

Do Livro: Brilhe Vossa Luz
De: Irmão José
Psicografia de Francisco Cândido Xavier.