Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DA SIMPLICIDADE

“Duas coisas projetam o homem acima das coisas mundanas: a simplicidade e a pureza. A primeira busca Deus; a segunda O encontra e Nele se rejubila.”
Tomás de Kempis

AMIGOS

Seria tão fácil ser simples, se nós mesmos não complicássemos tanto a vida!
Multidões correm dia a dia, sem dar uma paradinha para sentir o calor humano, sem perceber a necessidade que temos uns dos outros. Ser simples é ser solidário.
Como seria simples se tivéssemos a consciência de que quem promove a paz no nosso íntimo, somos nós mesmos.
Sem falar que podemos mostrar atitudes corretas, sem tanto esforço, como se pensa.
Simplicidade de gestos, de atitudes, do olhar, do falar, do sentir, do pensar.
Se não fosse o orgulho, pedir perdão seria tão natural e simples, assim como dispensar carinho, compreensão, respeito e amor.
Simplicidade é ter a mente e o coração em sintonia com o bem é fazer ao próximo o que gostaria que fosse feito para si.

Texto do evangelho para a semana: Cap. VII – itens 1 e 2

Simplicidade

Era ele tão simples que nasceu sem a proteção das paredes domésticas.
Não encontrou senão alguns homens iletrados e rudes que lhe apoiaram o trabalho na construção da obra imensa.
Ensinava as revelações do Céu, nas praias e nos campos, quando não estivesse em casas e barcos emprestados.
Conversou com mulheres anônimas e algumas crianças esquecidas.
Todos os infelizes se lhe fizeram a grande família.
Valorizava a amizade, com tal devotamento, que chorou por um amigo morto.
Alimentou os que tinham fome.
Restaurou os doentes e defendeu todos aqueles que se vissem humilhados pela injustiça.
Aconselhou o respeito para com as autoridades do mundo e a obediência perante as leis de DEUS.
Pregou sempre o amor e a concórdia, a solidariedade e o perdão, a paciência e a alegria.
Mas, porque se abstivesse de partilhar o carro das vantagens terrestres, foi conduzido à cruz e a morte dele passou como sendo a de um malfeitor.
Entretanto, desde o extremo sacrifício, transformou-se no símbolo de paz e renovação para o mundo inteiro.
Esse herói da simplicidade tem o nome de Jesus Cristo. Seu poder cresce com os séculos e a sua mensagem, ainda hoje quanto sempre, é a esperança dos povos e a luz das nações.

Do livro: Seara da Fé
Autor: André Luiz
Psicografia de Chico Xavier