Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DA RENOVAÇÃO DA VIDA

“O supremo objetivo do homem na Terra, é o da sua própria renovação.”
Martins Peralva

Amigos do Grupo

Renovar quer dizer: tornar novo, mudar ou modificar para melhor; restaurar, reformar….(Dic. Aurélio)
Renovar-se, significa dar a nós mesmos, a oportunidade de tornarmo-nos melhores a cada dia; buscando nosso aprimoramento enquanto pessoas e espíritos que somos, em constante aprendizado.
E se cultivarmos a presença Divina em nossas vidas, os resultados desse processo serão muito mais eficientes e satisfatórios.
Busquemos, então, ver a ação misericordiosa do Pai a cada manhã, quando opera-se a renovação de um novo dia com toda sua beleza e grandiosidade, e aproveitemos este exemplo diário para estimular e fortalecer a vontade e a fé, buscando vencer nossas próprias dificuldades e limitações, propiciando desta forma, nossa valiosa RENOVAÇÃO ÍNTIMA através dos tempos.
No túmulo de Kardec está escrito: “NASCER, MORRER, RENASCER E PROGREDIR SEM CESSAR. TAL É A LEI”, mostrando-nos que a morte do corpo físico é apenas uma oportunidade de renovação e progresso, pois o espírito continuará sua jornada aprendendo a cada dia, aqui e acolá, num processo de renovação incessante, até que alcance a perfeição.

Texto do Evangelho para a semana:
Capítulo: VI – Item: 08

SUPERAÇÃO COM DEUS

O mundo terrestre, na sua feição mais ampla, é uma instituição reguladora do progresso dos seus habitantes, sendo que cada um, de per si, tem necessidade de acionar os elementos interiores de si mesmos, a fim de libertar-se, o quanto antes, das aturdentes exigências dessa instituição.
É por essa condição que toda a natureza anterior ao homem, sempre dá mostras de superação, para servir de exemplo a quem esteja interessado na implementação do próprio desenvolvimento.
O rio que encontra o obstáculo no seu leito não se lamenta nem desespera, não blasfema nem se revolta. Simplesmente, contorna o obstáculo e prossegue o seu percurso para o grande mar.
Quem tem meta a alcançar, com Deus, não se entrega a impedimentos da estrada.
O tronco que foi podado pelo machado, ferinte não se lamenta nem desespera, não blasfema nem se revolta. Espicha brotos novos e aguarda o tempo da folhagem crescida, da floração para o fruto que não tardará.
Quem tem projeto de vida, com Deus, não deixa que os sofrimentos o abatam ao longo da marcha.
A ostra que recebeu no seu íntimo a presença do grão de areia, irritante e perturbador, que lhe agrediu a estrutura delicada, não se lamenta nem desespera, não blasfema nem se revolta. Diante do inevitável invasor, abraça-o e se transforma para que, da sua violação, surja a pérola de incalculável valor.
Quem aprendeu a amar, com Deus, sabe que até a morte é uma benção, quando significa o embelezamento e o engrandecimento da própria vida.
A pedra que se viu em pedaços, arrebentada pela ação violenta do explosivo, que lhe foi detonado nas entranhas, não se lamenta nem desespera, não blasfema nem se revolta. Perante o estrago irremediável, aprende a tornar-se calçamento de ásperos caminhos e muralhas protetoras.
Quem quer se tornar útil, com Deus, não perde nenhum ensejo de verificar a sua volta onde poderá servir, mesmo que esteja de alma estiolada pelos padecimentos do mundo.
Aprende, então, a renovar-te pelas vias planetárias, guardando a certeza de que, à frente de todos os dramas, das lutas e dificuldades, nada se resolverá por meio da revolta; porém, através da força espiritual encontrada em Deus, nas energias de vida que projeta sobre o mundo terreno, principalmente por meio dos Espíritos Felizes que disseminam inspiração superior e ventura nos corações é que se logrará a diplomação de “servidor de Deus”, condição que nos abre as portas do Reino dos Céus.

Do livro: Em Nome de Deus
Espírito: José Lopes Netto
Psicografia: José Raul Teixeira