Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DA REFLEXÃO

“Não são as coisas e pessoas ao nosso redor que devem mudar, mas nós mesmos constantemente.”
In Livro Além do Horizonte

Amigos do Grupo

O final do ano se aproxima, então vamos nesta semana começar a fazer um balanço, verificando os nossos resultados durante 2.008.
Alcançamos tudo a que nos propusemos? Se não conseguimos, vamos fazer uma reflexão: porque não atingimos a nossa meta?
No nosso estágio evolutivo é natural que apareçam empecilhos, por isso precisamos nos conscientizar e não desistir. Se não foi agora, quem sabe mais para frente.
Se não nos habituarmos a refletir sobre a nossa vida, não aprenderemos a lidar com ela.
As dificuldades nos fortalecem e nos reajustam perante a Lei, as conquistas nos impulsionam para tarefas mais elaboradas. As mudanças íntimas são imprescindíveis.
Planejar, refletir, trabalhar e refletir novamente é o caminho para o nosso sucesso.

Texto Evangelho para a semana:
Cap. XI – item 4

PASSANDO A AUXILIAR

Sempre é bom pararmos e meditarmos no que temos feito. Será que temos aproveitado todas as oportunidades de aprendizado? Será que fizemos todo o bem que poderíamos ter feito? Devemos todos os dias renovar nossos votos de melhoria, reafirmar nossa vontade de aprender, trabalhar e fazer o bem.
Espíritas, nossa Doutrina é baseada na fraternidade, nos ensinos de Jesus: “amar o próximo como a si mesmo; fazer aos outros o que gostaríamos que fizessem por nós”. A caridade é nossa meta, a caridade para com todos: com os desencarnados que, famintos de amor e tomados por desenganos, vão aos centros espíritas em busca de auxílio à procura da caridade dos médiuns para receberem orientação, e para com nossos irmãos encarnados que se perdem nas ilusões da matéria e tantos erros cometem, doentes do corpo e necessitados de orientação e carinho.
Devemos aproveitar esta encarnação e passar a doar, tornando-nos servos do Pai nesta grande seara que é a Terra. Em tudo o que fizermos, devemos fixar nossos pensamentos para fazer com boa vontade e com perfeição. E em todos os aspectos da vida, principalmente nos trabalhos espíritas, que façamos como se estivéssemos na presença de Jesus, como se ele avaliasse nossos atos.
Sejamos úteis, auxiliando a todos e a nós mesmos, sendo um servo a quem o Pai possa confiar tarefas, porque ele sabe que somos capazes de realizá-las.

Do Livro: Sejamos Felizes
De: Antônio Carlos
Psicografia: Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho