Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DA PONDERAÇÃO

“Todo homem seja pronto para ouvir e tardio para falar…”.
Tiago

Amigos do Grupo

Estamos no inicio de um novo ano e isso nos leva a avaliações e tomada de decisões sobre nossas atitudes passadas e as que desejamos adotar no presente.
O tempo é de ponderação, algo que quase não praticamos no nosso dia-a-dia, mas que faz toda a diferença na construção de uma vida mais saudável e feliz.
Sabemos que não é uma conquista fácil, necessitamos de grande esforço intimo na busca de soluções que visem o aprendizado e o aprimoramento espiritual, nosso e dos que estão a nossa volta.
Iniciemos o ano ponderando sobre nossos pensamentos, sentimentos e atitudes, buscando desta forma, escolher caminhos mais seguros e acertados, contribuindo com a parte que nos cabe para a construção de uma sociedade mais justa e equilibrada.
Bezerra de Menezes nos diz: “Corrijamos em nós o que nos aborrece nos outros e Jesus fará o resto pela felicidade do mundo inteiro…”
Que a ponderação seja um exercício constante em nossas vidas, no decorrer deste novo ano.

Texto do Evangelho para a semana: capítulo: IX – Item – 10

FRUTOS

“Portanto, pelos seus frutos os conhecereis”.– Jesus (Mateus – 7:20)

O mundo atual, em suas elevadas características de inteligência, reclama frutos para examinar as sementes dos princípios.
O cristão, em razão disso, necessita aprender com a boa árvore, que recebe os elementos da Providência Divina através da seiva, e converte-os em utilidades para as criaturas.
Convém o esforço de auto-análise, a fim de identificarmos as qualidades das próprias ações.
Muitas palavras sonoras proporcionam simplesmente a impressão daquela figueira condenada.
É indispensável conhecermos os frutos de nossa vida, de modo a saber se beneficiam os nossos irmãos.
A vida terrestre representa oportunidade vastíssima, cheia de portas e horizontes para a eterna luz.
Em seus círculos, pode o homem receber diariamente a seiva do Alto, transformando-a em frutos de natureza divina.
Indiscutivelmente, a atualidade reclama ensinos edificantes, mas nada compreenderá sem demonstrações práticas, mesmo porque, desde a antiguidade, considera a sabedoria, que a realização mais difícil do homem na esfera carnal, é viver e morrer fiel ao supremo bem.

Do livro: Caminho, Verdade e Vida
Espírito: Emmanuel
Psicografia: Francisco Cândido Xavier