Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DA DEDICAÇÃO AO TRABALHO

A maior recompensa pelo nosso trabalho não é o que nos pagam por ele, mas aquilo em que ele nos transforma.
John Ruskin (escritor e poeta Inglês)

AMIGOS DO GRUPO

Nesta semana onde comemoramos o dia do Trabalho, reflitamos nas palavras de Memei, que nos diz:
“É pela bênção do trabalho que podemos esquecer os pensamentos que nos perturbam e esquecer os assuntos amargos, servindo ao próximo, no enriquecimento de nós mesmos. Ocupando a mente, o coração e os braços nas tarefas do bem, exemplificamos a verdadeira fraternidade e adquirimos o tesouro da simpatia, com o qual angariaremos o respeito e a cooperação dos outros.
Quem não sabe ser útil não corresponde à Bondade do Céu, não atende aos seus justos deveres para com a humanidade e nem retribui a dignidade da pátria amorosa que lhe serve de mãe. O trabalho é uma instituição de Deus.”
E os amigos espirituais da Casa nos trazem o seguinte recado:
“A alegria de servir deve ser o fio condutor de todos os trabalhos da casa; sustentar essa atitude é tarefa de todos e especialmente daqueles que ocupam os setores educativos e dos dirigentes de grupos. Demonstrar alegria no trabalho contagia positivamente os irmãos ao redor.”

Por isso valorizemos nosso trabalho, seja ele remunerado ou não, realizando-o com carinho, empenho, alegria e muita dedicação.

Texto do Evangelho para a semana:
Capitulo: XXV – Itens – 1,2 e 3 – “Ajuda-te e o Céu te Ajudará”

Alegria

Alegria é o cântico das horas com que Deus te afaga a passagem no mundo.
Em toda parte, desabrocham flores por sorrisos da natureza e o vento penteia a cabeleira do campo com música de ninar.
A água da fonte é carinho liquefeito no coração da terra e o próprio grão de areia, inundado de sol, é mensagem de alegria a falar-te do chão.
Não permitas, assim, que a tua dificuldade se faça tristeza entorpecente nos outros.
Ainda mesmo que tudo pareça conspirar contra a felicidade que esperas, ergue os olhos para a face risonha da vida que te rodeia e alimenta a alegria por onde passes.
Abençoa e auxilia sempre, mesmo por entre lágrimas.
A rosa oferece perfume sobre a garra do espinho e a alvorada aguarda, generosa, que a noite cesse para renovar-se diariamente, em festa de amor e luz.

Texto do Livro – Ideal Espírita
Psicografia de Francisco Cândido Xavier
Pelo espírito: MEIMEI

impressora