Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DA CRIANÇA

Semana de 09 à 15 de outubro

“A principal finalidade de o Espírito nascer criança outra vez é ser educado novamente.”
Dora Incontri

AMIGOS

Esta semana comemora-se o “Dia da Criança” e certamente algumas reflexões se fazem presentes em nossas mentes, como:
O que estamos oferecendo às nossas crianças?
Será que estamos dando a esses espíritos, que voltam ao campo terrestre, oportunidades para crescerem adequadamente e evoluírem?
Será que estamos construindo famílias equilibradas, capazes de lhes proporcionar uma relação familiar saudável, de amor, com orientação e respeito?
Como estamos preparando a geração da Nova Era?

Batuíra, no livro “Mais Luz” nos diz:
“Se nos propomos a edificar o futuro com o Cristo de Deus, é necessário auxiliar a criança.
Se desejamos solucionar os problemas do mundo, de maneira definitiva, é indispensável ajudar a criança.
Se buscamos sustentar a dignidade humana, abolindo a perturbação e imunizando o povo contra as calamidades da delinquência, é preciso proteger a criança,
Se anelamos a construção da Era Nova, na qual as criaturas entrelacem as mãos na verdadeira fraternidade, em bases de serviço e sublimação espiritual, é imprescindível socorrer a criança.(…)
Urge, pois, não só amparar as nossas crianças, mas educá-las e induzi-las ao esforço de construção de um mundo melhor.”

Façamos a parte que nos cabe hoje, orientando e conduzindo nossas crianças no caminho do amor, da responsabilidade e da esperança, para que possam realizar a tarefa de construção da Nova Era.

Texto do Evangelho para a semana:
Capitulo: – VIII – Item – 1,2,3 – “Deixai vir a mim as criancinhas”

Criança e Futuro

Hoje, a criança ─ abençoado solo arroteado (trabalhado) que aguarda a semente da fertilidade e da vida ─, necessariamente atendida pela caridade libertadora do Evangelho de Jesus, nas bases em que a Codificação Kardequiana o restaurou, é o celeiro farto de esperanças para o futuro.
Criança que se evangeliza ─ adulto que se levanta no rumo da felicidade porvindoura.
Toda aplicação de amor, no campo da educação evangélica, visando a alma em trânsito pela Infância corporal, é valiosa semeadura de luz que se multiplicará em resultados de mil por um…
Ninguém pode empreender tarefas nobilitantes, com as vistas voltadas para a Era Melhor da Humanidade, sem vigoroso empenho na educação evangélica da criança.
Embora seja ela um Espírito em recomeço de tarefas, reeducando-se, não raro, sob os impositivos da dor em processo de caridosa lapidação, a oportunidade surge hoje como desafio e promessa de paz para o futuro. Sabendo que a infância é ensejo superior de aprendizagem e fixação, cabe-nos o relevante mister (proposito) de proteger, amparar e, sobretudo, conduzir as gerações novas no rumo do Cristo.
Esse cometimento-desafio é-nos grave empresa por estarmos conscientizados de que o corpo é concessão temporária e a jornada física um corredor por onde se transita, entrando-se pela porta do berço e saindo-se pela do túmulo, na direção da Vida Verdadeira.
A criança, à luz da Psicologia, não é mais o “adulto em miniatura”, nem a vida orgânica pode continuar representando a realidade única, face às descobertas das modernas ciências da alma.
Ao Espiritismo, que antecipou as conquistas do conhecimento, graças à Revelação dos Imortais, compete o superior ministério de preparar o futuro ditoso da Terra, evangelizando a infância e a juventude do presente.
Em tal esforço, apliquemos os contributos (contribuição) da mente e do sentimento, recordando o Senhor quando solicitou que deixassem ir a Ele as criancinhas, a fim de nelas plasmar, desde então, mais facilmente e com segurança, o ”reino de Deus” que viera instaurar na Terra.

Bezerra de Menezes
Do livro: Compromissos Iluminativos
Psicografia: Divaldo Pereira Franco