Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DA COMPREENSÃO

Semana de 19 a 25 de novembro.

“A compreensão é faculdade que melhor contribui para o êxito do relacionamento humano”.

​​​​​​​​​Divaldo P. Franco

AMIGOS


Nesta semana trazemos à reflexão a atitude da compreensão.

Diante dos entes amados que te ferem a ternura concedida de coração afável, compreendes que são árvores extemporâneas que Deus te confiou as podas, e que na época certa produzirá apropriadamente os frutos de Amor que outrora laborastes.

Na companhia dos que contigo comungam a labuta, observas ações de egoísmo em suas diversas formas, que te pegam de surpresa desestabilizando-te a Paz, compreende que, talvez, outrora, também fostes o desequilíbrio de alguém, e agora mais esclarecido tens a obrigação do exercício da indulgência.

Em todas as ocasiões de conflito nas relações interpessoais, lembra-te do Mestre Jesus que diante dos algozes compreendeu a atitude ignorante dos que o maltratavam, e rogando pediu “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. ”

Texto do Evangelho – Cap. X – item 16

AMIZADE E COMPREENSÃO

“Com leite vos criei, e não com manjar, porque ainda não podíeis, nem ainda Agora podeis.” – Paulo. (I CORÍNTIOS, 3:2.)

Muitos companheiros de luta exigem cooperadores esclarecidos para as tarefas que lhes dizem respeito, amigos valiosos que lhes entendam os propósitos e valorizem os trabalhos, esquecidos de que as afeições, quanto as plantas, reclamam cultivo adequado. Compreensão não se improvisa. É obra de tempo, colaboração, harmonia. O próprio Cristo, primeiramente, semeou o ideal divino no coração dos continuadores, antes de recolher-lhes o entendimento. Sofreu-lhes as negações, tolerou-lhes as fraquezas e desculpou-lhes as exigências para formar, por fim, o colégio apostólico.

Nesse particular, Paulo de Tarso fornece-nos judiciosa lição, declarando aos coríntios que os criara “com leite”. Tão pequena afirmativa transborda Sabedoria vastíssima. O apóstolo generoso, gigante no conhecimento e na fé viva, edificara os companheiros de sua missão evangélica em Corinto, não com o alimento complexo das teses difíceis, mas com os ensinamentos simples da verdade e as puras demonstrações de amor em Cristo Jesus. Não lhes conquistara a confiança e a estima exibindo cultura ou impondo princípios, mas, sim, orando e servindo, trabalhando e amando.

Existe uma ciência de cultivar a amizade e construir o entendimento. Como acontece ao trigo, no campo espiritual do amor, não será possível colher sem semear. Examina, pois, diariamente, a tua lavoura afetiva. Observa se estás exigindo flores prematuras ou frutos antecipados. Não te esqueças da atenção, do adubo, do irrigador. Coloca-te na posição da planta em jardim alheio e, reparando os cuidados que exiges, não desdenhes resgatar as tuas dívidas de amor para com os outros. Imita o lavrador prudente e devotado, se desejas atingir a colheita de grandes e precisos resultados.

Do livro: Vinha de Luz
De: Emmanuel
Psicografia de: Francisco Cândido Xavier