Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DA COMPAIXÃO

“Deixa que a Luz da Compaixão te clareie a rota, para que a sombra te não envolva.”
Emmanuel

AMIGOS DO GRUPO

A compaixão é o Sentimento de simpatia ou de piedade para com o sofrimento alheio, associado à vontade ou ao desejo de auxiliar de alguma forma. Ela, a compaixão, não pergunta o que fizestes ou o que deixastes de fazer. Se sois bom ou mal, pobre ou rico. Apenas impulsiona aquele que já lhe consagrou morada em seu coração, a agir em prol do seu semelhante.

A frase “Todos nós somos parecidos quando sentimos dor”, se torna bastante diferente quando as dores são do próximo. Queremos o perdão para as nossas falhas, nossos erros, mas somos intransigentes, indiferentes, para com as falhas, os erros alheios.

Jesus pregava o Amor como sendo o remédio para os desajustamentos e, em muitas ocasiões deixou o exemplo: “PAI PERDOAI-OS, ELES NÃO SABEM O QUE FAZEM; VAIS E NÃO PEQUES MAIS”, são palavras de compaixão que utilizou de incentivo e de encorajamentos, para que não fossem cometidos novos erros.

“Todos somos alunos no educandário da vida”, e nosso maior mestre, Jesus, nos ensinou a perdoar a todo instante, a todo instante SEMPRE AMAR.

Texto do evangelho para a semana:
Cap.: X – Item 16 – A indulgência

Compaixão

Compadece-te de teu pai.
Se souberes amá-lo.
Ser-te-á na Terra o melhor amigo.
Ama-o sempre. Ele te deu o corpo.

Compadece-te de tua mãe.
Ainda que ela não possa ser como desejarias.
Ei-la na condição de valente heroína pelas dificuldades e obstáculos que venceu para trazer-te à luz!

Compadece-te de teu filho.
Hoje ele é teu enlevo e tua esperança.
Amanhã será o fruto de teus ensinos e o retrato de teus exemplos.

Compadece-te de tua filha.
Por traumas de passadas existências.
É possível que ela te dê problema e preocupação.
Abençoa-lhe a presença.
Ela vem de Deus.

Compadece-te de teus irmãos.
Perante a Divina Providência, todos somos irmãos.
Entretanto, temos aqueles da consanguinidade.
Justo sabermos viver em paz uns com os outros.
Se alguns deles, porém, fugirem à lealdade fraternal, desculpa-lhes a fraqueza e entrega-os a Deus.

Compadece-te da própria família.
Ainda mesmo que encontres junto aos entes amados, aqueles que não se afinam contigo.
A família é o grupo em que nascestes para auxiliar a ser auxiliado.

Texto extraído do Livro: Compaixão
Pelo Espírito: Emmanuel – Psicografia de: Francisco Cândido Xavier

impressora