Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DO RESPEITO

Semana de 26 de julho a 01 de agosto.

“Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seus semelhantes”
Albert Schweitzes

AMIGOS

Respeito é a atitude que favorece a adequada e satisfatória relações interpessoais. Aquele que respeita percebe que o seu semelhante tem o direito de escolher ser quem ele realmente é, na sua forma de sentir, de pensar e de agir, de acordo com as convicções, valores e preferências que são inerentes e individuais a cada um de nós. Percebemos que a atitude que objetiva o respeito também se aplica à todas as obras da criação divina, principalmente aquelas que nos rodeia, pois, ao agirmos com respeito para com elas, estamos agindo com respeito a nós mesmos. Jesus, diante dos infortunados de toda sorte que o procurava em busca de auxílio, em nenhum momento desrespeitou a condição de cada um deles, ou reprovou qualquer tipo de conduta, apenas lhes auxiliavam, conforme a necessidade e o merecimento de cada um. Tomemos esse modelo como exemplo, e vamos iniciar o exercício do respeito, com um olhar outra vez, para a forma de ser de todos os nossos irmãos, e perceber que somos filhos do mesmo Pai, que acima de tudo nos respeita profundamente a ponto de nos conceder o livre arbítrio.

Texto do Evangelho para a semana: Cap.: XI – Item: 4

RESPEITO PELA VIDA

O respeito pela vida abrange o sentimento de alta consideração por tudo quanto existe. Não apenas se detém na pessoa, mas sim em todas as expressões da natureza. Quando não existe essa manifestação, os valores éticos se
enfraquecem e todos os anelos (desejos) superiores perdem a significação. A criatura humana, impulsionada por ilusões da conquista do sucesso aparente, tem-se esquecido disso, sem se dar conta da gravidade de tal atitude. O
egoísmo avassalador tem controlado os sentimentos, impondo o seu interesse em detrimento de todos os valores mais dignos.
Alguns acreditam que possuindo dinheiro e desfrutando de projeção política ou social, serão capazes de conseguir afeição e companheirismo. Amargo engano.
Afeto e amizade não se compram, nem tampouco se impõem.
A beleza e o poder não adornam por longos anos as mesmas frontes. Tocadas pela brisa do tempo, elas desaparecem a olhos vistos, e cedem lugar à verdadeira essência dos seres. Ninguém consegue ser feliz individualmente no
deserto por onde perambula.
A vida só se faz digna e próspera, quando se estrutura na pedra fundamental do respeito. O respeito pela vida eleva o padrão de conduta, dignificando aqueles a quem é direcionado e elevando moralmente quem o observa. A honestidade, por sua vez, indispensável no sucesso dos relacionamentos humanos, proporciona confiança e bem-estar aos seres.
Elabore uma lista de desafios íntimos que o levam a situações embaraçosas.
Trabalhe item a item, cada dia, experimentando as indescritíveis alegrias que decorrem do respeito pela vida. Você redescobrirá o amor e a satisfação de repartir e de compartilhar os júbilos com o próximo. Constatará o resultado
decorrente da renovação íntima a que você se dispôs a realizar.
Respeitando a vida, você passará a ser respeitado e estimado por todas as expressões dela própria. Notará em você mesmo a indescritível satisfação de estar em paz com a própria consciência. Lembre-se: a vida é sublime concessão de Deus e jamais poderá ser desconsiderada, por quem quer que seja.

Do Livro: Libertação pelo Amor
De: Joanna de Ângelis
Psicografia de: Divaldo Pereira Franco