Sistema de Dados

Perdeu sua senha?

Repositório de Dados

Perdeu sua senha?

SEMANA DA FÉ

Semana de 09 a 15 de fevereiro.

“Tens fé? Tem-na em ti mesmo, diante de Deus.”
Paulo

AMIGOS

Aprendemos que a fé deve ser raciocinada, tendo a certeza que tudo vai dar certo, acreditando que tudo vai melhorar.
Para isso, não basta dizer que se tem fé, é necessário trabalhar para que tudo aconteça de forma calma e paciente, sabendo que tudo tem seu momento e sendo apoiada na inteligência, na compreensão e na confiança em nós mesmos, perseverando teremos as respostas para tudo o que nos acontece.
A pessoa que tem fé vive uma vida mais leve e mais feliz.
A fé é o maior tesouro da alma. “Se tivésseis fé do tamanho de uma semente de mostarda, diríeis a esta montanha: transporta-te daqui para ali, e ela se transportaria, e nada vos seria impossível”, disse Jesus.
E segundo Kardec: “Fé verdadeira é a que pode encarar a razão face a face, em qualquer época da Humanidade.”

Texto do Evangelho para a semana – cap. XIX – item 7

TEMPO DE CONFIANÇA

“E disse-lhes: Onde está a vossa fé?”
(Lucas, 8:25.)

A tempestade estabelecera a perturbação no ânimo dos discípulos mais fortes. Desorientados, ante a fúria dos elementos, socorrem-se de Jesus, em altos brados.
Atende-os o Mestre, mas pergunta depois:
– Onde está a vossa fé?
O quadro sugere ponderações de vasto alcance. A interrogação de Jesus indica claramente a necessidade de manutenção da confiança, quando tudo parece obscuro e perdido. Em tais circunstâncias, surge a ocasião da fé, no tempo que lhe é próprio.
Se há ensejo para trabalho e descanso, plantio e colheita, revelar-se-á igualmente a confiança na hora adequada.
Ninguém exercitará otimismo, quando todas as situações se conjugam para o bem estar. É difícil demonstrar-se amizade nos momentos felizes.
Aguardem os discípulos, naturalmente, oportunidades de luta maior, em que necessitarão aplicar mais extensa e intensivamente os ensinos do Senhor. Sem isso, seria impossível aferir (avaliar) valores.
Na atualidade dolorosa, inúmeros companheiros invocam a cooperação direta do Cristo. E o socorro vem sempre, porque é infinita a misericórdia celestial, mas, vencida a dificuldade, esperem a indagação:
– Onde está a vossa fé?
E outros obstáculos sobrevirão, até que o discípulo aprenda a dominar-se, a educar-se e a vencer, serenamente, com as lições recebidas.

Do livro: Caminho, Verdade e Vida.
Pelo Espírito: Emmanuel
Psicografia de: Francisco Cândido Xavier.